Home Page > Dicas Veterinrias > Dificuldades de deglutição em cães

Dificuldades de deglutição em cães


Disfagia em cães

Disfagia, o termo médico dado a dificuldade em engolir, pode ocorrer anatomicamente como disfagia oral (na boca), disfagia faríngea (na faringe se), de disfagia cricofaríngea (na outra extremidade da faring entrar no esôfago).

Sintomas e tipos de

Oral disfagia pode ser causada por paralisia da mandíbula, paralisia da língua, doenças dentárias, inchaço ou definhamento dos músculos da mastigação, ou por uma incapacidade de abrir a boca. Animais com disfagia oral, muitas vezes comem de uma forma alterada, tais como a inclinação da cabeça para um lado ou jogando a cabeça para trás enquanto come. Alimentos embalados nas dobras bochecha da boca sem saliva também são sinais típicos de disfagia oral.

Disfagia faríngea é quando o cão pode pegar comida, mas deve repetidamente tentativa de ngolir enquanto flex?o extensão da cabeça e pescoço, mastigação excessivamente ngasgos. Quando o alimento é retido nas dobras bochecha da boca, saliva é revestido. Há um reflexo de vômito diminui e pode haver descarga snotty do nariz.

Com disfagia cricofaríngea o cão pode ter sucesso na deglutição após várias tentativas, mas depois ele gags, tosses e forçosamente lança seu alimento back up. Ao contrário de disfagia faríngea, o reflexo de vômito é normal. Animais que sofrem de disfagia cricofaríngeo são frequentemente muito fina.

Causas

Anatômica / mecânica causas:

Inflamação da faringe
Devido a abscesso
Crescimentos inflamatória
Tecido na boca s ncheu de glóbulos brancos e macrófagos modificados (as células do corpo que comem bactérias)
Alargamento dos gânglios linfáticos por trás da faringe
Câncer
Corpo estranho
Um bolso de saliva que está drenando para o corpo
Distúrbios da articulação da mandíbula, devido á fratura ou luxação (em que a mandíbula deslize para fora do comum)
Fratura maxilar inferior
Fenda palatina - malformação no céu da boca
Desordem fr?nulo da língua - uma pequena dobra de tecido sobre a língua
Trauma / lesão na boca

Disfagia causada pela dor:

Doenças dentárias(g, fraturas de dentes, abscesso)
Trauma mandibular
Inflamação da boca
Inflamação da língua
Inflamação da faringe

Causas neuromusculares:

Craniana déficits do nervo
Danos ao nervo trig?meo (o nervo que estimula os músculos para a mastigação)
Língua paralisada - danos ao sétimo nervo, o nervo que controla os músculos faciais
Inflamação dos músculos da mastigação

Fraqueza ou da faringe provoca paralisia:

Polimiosite infecciosas (por exemplo. Toxoplasmosis, Neosporose)
Imunomediadas polimiosite (inflamação muscular hereditária causada por uma doença imune)
Distrofia muscular
Polineuropatias - problemas com múltiplos nervos
Mioneural distúrbios junção (quando os nervos não recebem o sinal para acionar os músculos para agir); Eu, Miastenia gravis, Tick Paralisia, botulismo)

Causas neurológicas:

Raiva
Outros distúrbios cerebrais

Diagnóstico

Você vai precisar dar uma história completa da saúde do seu cão, início dos sintomas, e possíveis incidentes que possam ter levado a essa condição, tais como doenças recentes ou lesóes. Seu veterinário irá solicitar exames de padr?o, incluindo um perfil químico no sangue, um perfil de sangue completo e um exame de urina. Estes testes ir?o indicar se o seu animal de estimação tem uma doença infecciosa, doença renal ou de uma lesão muscular. Durante o exame físico é fundamental que o veterinário distinguir entre vômitos e disfagia. Vômitos envolve contrações abdominais enquanto disfagia não.

Seu veterinário pode também tirar sangue para executar testes de laboratório para doenças inflamatórias dos músculos da mastigação, como miosite dos músculos mastigatórios, bem como para miastenia grave, doenças auto-imunes, hiperadrenocorticismo e hipotireoidismo.

Seu veterinário terá de raios-X e imagens de ultrassom do crânio do seu cão e do pescoço para inspecionar para qualquer anormalidade. Um ultra-som da faringe vai ajudar o seu veterinário para visualizar massas e ajudar a retirar amostras de tecido, se necessário. Se o seu veterinário suspeita que seu cão tem um tumor no cérebro, uma tomografia computadorizada (CT) digitalização e / ou ressonância magnética (MRI) será usado para localizar o tumor e determinar sua gravidade.

Tratamento

O tratamento dependerá da causa subjacente da disfagia. Se os problemas do seu cão com a alimentação est?o sendo causada por uma anomalia da boca (oral, disfagia), você vai precisar para alimentar seu cão, colocando uma bola de comida na parte de trás de sua garganta e ajudando-o a engolir. Pacientes que sofrem de disfagia faríngea ou cricofaríngeo pode ser ajudado a comer, levantando a cabeça e pescoço durante a deglutição. Se o seu cão não pode manter um peso corporal boa, seu veterinário pode optar por inserir um tubo no estômago. Se um corpo de massa ou estrangeira está presente devido ao seu cão engolir, cirurgia pode ser necessária para remov?-lo.



internet

O contedo presente no texto acima responsabilidade dos Autores citados

Gostou do contedo animal acima! Ento compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Msica com temas Animais:

bulletPássaro da Noite

bulletNinho de cobras contra veneno

bulletNão atire o pau no gato aline barros

bulletGato pensa? Adriana Calcanhotto

bulletO galo cantou clara nunes



Dicas Veterinrias:

bulletGravidez, parto e filhotes cuidados necessários

bulletVocê sabe qual é o único animal imortal que vive em nosso planeta?

bulletParalisia dos membros posteriores

bulletQual a sela certa para você?

bulletInflamação dos nódulos linfáticos (linfadenite) em cães



Ver todas as Dicas Veterinrias



Colunistas - Veterinrios que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Jacqueline R. F. Cremoneze>

bullet Revista Cães e cia>

bullet Sergio Lobato é Médico Veterinário, consultor e palestrante em Gest?o da Inovação e Marketing em Medicina Veterinária. CRMV 4476. www.sergiolobatopetmarketing.blogspot.com>

bullet Dra Renata Avancini Médica veterinária, formada pela Universidade de Santo Amaro em 2007. Mestre e Doutora em Ci?ncias pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade de S?o Paulo (USP), em 2009 e 2012 respectivamente. Graduada em 2014 no Curso de Especialização em Produção e Sanidade de Animais de Biotério pela FMVZ USP. Experi?ncia em clínica geral, medicina regenerativa, biotecnologia com concentração em células tronco e experi?ncia em doc?ncia na disciplina de Anatomia dos Animais Domésticos. Professora de Anatomia Veterinária da Faculdade das Metropolitanas Unidas (FMU) e na Universidade Paulista (UNIP). Médica veterinária na CURAVET. Contato: contato@curavet.com.br>

bullet Av. Brasil 1772, Jd. Chapad?o Campinas/SP * ATENDIMENTO 24HRS * (ao Lado do posto Shell cruzamento com a Imperatriz Leopoldina x Francisco josé de Camargo Andrade) (19) 3212 2601 // (19) 9822 3758 contato>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletUma dupla quase perfeita

bulletÁgua para elefantes

bulletFlipper (1996)

bulletFamoso pra cachorro (in the doghouse)

bulletCacados



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletO gato que falava com fantasmas

bulletO gato e a revolução

bulletCães de guerra

bulletMais que um leao por dia

bulletUm gato entre os pombos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Crditos