e cara inchada e

o hiperparatireoidismo nutricional secundário ou osteodistrofia fibrosa, doença também conhecida como e cara inchada e , está relacionada ao aumento da liberação de um hormônio, o pth (hormônio da paratireóide), que atua retirando cálcio dos ossos para a corrente sanguínea

este hormônio é liberado quando se observa uma alteração na relação cálcio - fósforo (ca:p) na corrente sang e uuml;ínea

sta relação deve ser próxima de 2:1 (1,6:1 para potros em crescimento éguas em lactação; 1,8:1 para cavalos de esporte em manutenção)

quando houver um desequilíbrio sanguíneo nesta relação, com aumento da quantidade de fósforo no sangue, o organismo vai tentar reequilibrá-lo retirando cálcio do maior reservatório do corpo do animal que são os ossos

ocorre que os ossos também necessitam de cálcio, pois é ele que dá consist?ncia aos ossos os primeiros ossos a sofrerem com a retirada do cálcio, são os ossos da face

quando ocorre retirada do cálcio dos ossos da face, o tecido ósseo precisa ser substituído e ocorre uma proliferação de um tecido ósseo sem cálcio (aerado) no local onde seria o osso: este tecido possui um volume maior, dando a apar?ncia de que o cavalo está com a cara inchada

basicamente, são 4 os fatores que podem causar esta enfermidade:

1 defici?ncia de cálcio na alimentação: com a baixa oferta de cálcio, ocorre uma menor absorção para a corrente sang e uuml;ínea, diminuindo os níveis de cálcio e a relação ca:p

2 excesso de fósforo na alimentação: mesmo que os níveis de cálcio estejam corretos na alimentação, um excesso de fósforo causará o desequilíbrio na relação ca:p este excesso de fósforo normalmente e esta ligado ao consumo excessivo de gr?os de milho ou farelo de trigo ou de certas gramíneas, como napier

3 ingest?o de oxalato: o oxalato é uma substância presente em algumas forrageiras que, ao ser absorvida pelo organismo, se une ao cálcio formando um quelato, tornando-o indisponível e impedindo que este possa cumprir suas funções evitais alguns tipos de pastagens são ricas em oxalato e, sempre que possível, devem ser evitadas para não prejudicar o animal, como por exemplo a setária, o quicuio e alguns tipos de brachiárias

4 defici?ncia de evitamina d: esta evitamina é necessária para que o cálcio seja absorvido pelo organismo; em sua aus?ncia, ocorre desequilíbrio na relação ca:p esta causa é rara, pois ocorre apenas em cavalos que não tomam sol

o principal sintoma observado é aumento de volume dos ossos da face do animal, em geral bilateral e, em alguns casos, uma ligeira claudicação sem causa aparente

o principal tratamento é a correção da causa primária, como aumentar a administração de cálcio (nos casos de defici?ncia deste), diminuir o fósforo (quando em excesso) evitar pastagens ricas em oxalato

nos estágios iniciais pode ser suficiente corrigir a causa primária

em estágios mais avançados, deve-se proceder a uma administração maciça de cálcio, além de medicamentos que auxiliem na absorção deste cálcio, nem sempre alcançando ?xito

é fundamental iniciar o tratamento nos estágios iniciais, pois, em casos graves, a cara inchada pode levar o animal á morte por obstrução dos seios nasais impedindo a respiração

o melhor tratamento é a prevenção esta deve ser feita alimentando-se adequadamente o animal, com rações balanceadas de boa proced?ncia, capim ou feno de boa qualidade, sal mineral ávontade e em cocho separado ressaltando aqui que o sal mineral deve fazer parte da dieta normal do cavalo, diariamente, e não apenas quando se observar uma defici?ncia

lembramos ainda que o animal deve tomar sol algumas horas por dia para que ele sintetize a evitamina de necessária para a absorção do cálcio

http://www.cavaloscrioulos.com.br/materias.php?idm=123

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:

Letras de Música com temas Animais:

bulletNegro gato

bulletMelô Da Aranha

bulletTelevisão de cachorro

bulletCiranda da bailarina

bulletquadradinho tipo borboleta



Dicas Veterinárias:

bulletAlimentos tóxicos para aves

bulletFrisbee canino

bulletCães e gatos: adotar ou comprar, doar ou vender?

bulletFebre do vale do rift

bulletVamos evitar as intoxicações alimentares!



Ver todas as Dicas Veterinárias



Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet Karine Kleine www.grupokleine.com.br>

bullet Daniel Checchinato,(11) 45210959, Av pref. Jose de Castro Marcondes, 260 Vila Hortolandia, Jundiaí/SPl, www.veterinariachecchinato.com.br>

bullet Pet Care Hospital Veterinário de S?o Paulo (11) 3740 2152 (11) 3743 2142 Av. Giovanni Gronchi, 3001 S?o Paulo SP>

bullet UniversoEquino.com.br
Médica Veterinaria Mariana Marcantonio Coneglian>

bullet Sergio Lobato é Médico Veterinário, consultor e palestrante em Gest?o da Inovação e Marketing em Medicina Veterinária. CRMV 4476. www.sergiolobatopetmarketing.blogspot.com>



Cinema, Filmes e Seriados:

bulletO cachorro bombeiro (firehouse dog)

bulletMulher-gato (catwoman)

bulletCães de aluguel

bulletTarzan

bulletPássaros livres (plumíferos - aventuras voladoras)



Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bulletPassaro-camaleao, o

bulletCachorro tem cada uma

bulletFalando de passaros e gatos

bulletEu não sou cachorro, não

bulletNosso planeta verde - 100 ótimas propostas para trabalhar na educação infantil

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br - Todos os direitos reservados - Créditos